FANDOM


Eriaell, também chamado de Grande Mestre na 1ª Era, é um Drécoren da raça Dragor-uh, que viveu no plano terrestre desde o primeiro aparecimento dos Drécoren até a extinção dos mesmos, sendo o mais antigo dragão a ter vivido. Teve 3 filhos, dádiva concedida por Rash-ara, a Estrela, entre os anos 1537 e 1789 da 1ª Era, chamados Argon, Órun e Eron'n. Eriaell morreu, juntamente com seus filhos, no ano de 655 da 2ª Era, nas Guerras Dréconicas, onde não somente eles, mas todos os Drécoren foram extintos de Galinor.

Nascimento Edit

Eriaell foi concebido juntamente com todos os outros Drécoren, tendo sua primeira aparição no ano de 1 da 1ª Era. Nunca foi conciderado diferente de todos os outros e pertencia a raça Dragor-uh que caracterizava a raça mais inteligente e sábia dos Drécoren. Seu destino começou a mudar quando a grande estrela Rash-ara desceu dos ceus e então, tomando a forma de um dragão, seduziu Eriaell e deu a ele a dádiva de procriar. Juntos eles teriam 3 filhos: Argon, Órun e Eron'n, todos Drécoren da raça Drogor-uh.

A sedução da estrela fez de Eriaell não somente mais um Drécoren, mas um ser elevado e eterno, tornando-o um Deus. Eriaell não seria mais somente ele, mas carregaria a eternidade consigo e assim poderia influenciar todo o mundo ao seu redor. A estrela então voltou aos ceus e colocou-se novamente em seu lugar, enquanto Eriaell carregou seus filhos por outros 252 anos até que ele desce a luz a seus primogênitos. Como Eriaell, seus 3 filhos também tinham poderes anormais herdados do pai, mas não eram considerados deuses e sim semi-deuses.

Então, após o nascimento de seus filhos, Eriaell acabou tornando-se líder de seu povo, os Drécoren, mas nunca chegando a ser efetivamente "coroado", pois acabou se exilando totalmente de todas as formas de vida pelos próximos 2410 ano, até o ano 394 da 2ª Era. A escolha do exílio foi puramente pessoal e escrituras encontradas da época relatam seu desaparecimento, mas não mencionam um local onde o dragão pudesse ter se escondido com seus filhos. Posteriormente foi descoberto que Eriaell e seus filhos foram até a Ilha da Meia Lua, onde ainda foi deixado um legado: A torre de Gul'badhar

Muitas destas mesmas escrituras mencionam Eriaell como tendo se exilado para que ele pudesse criar e ensinar seus filhos sozinho, mas outras apontam que seu instinto paterno era tão invejoso que acabou escondendo-se com seus filhos para que o restante dos Drécoren não pudesse tem nenhum tipo de contato com eles. Fora isso nenhum outro tipo de documentação sobre a historia do exílio de Eriaell foi encontrado, o que levanta a possibilidade de ele mesmo ter buscado e queimado todos os relatos sobre este momento de sua vida.

Exílio e a Ilha da Meia Lua Edit

Depois de fugir de todos os outros Drécoren, Eriaell acabou encontrando a Ilha da Meia Lua, na costa oeste de Galinor, e ao avista-la Eriaell logo tomou ela como seu lar, onde criaria seus filhos de acordo com suas próprias regras, longe de todos os outros dragões. A ilha era totalmente inabitada, a não ser por animais, e a natureza assim como o clima e geografia agradaram Eriaell.

Logo ao pousar na ilha, ele percebeu uma montanha gigantesca coberta de gelo e deu a ela o nome de Gra'Krotir, onde ele viria a construir seu lar, a grandiosa Gul'badhar, uma torre enorme no topo da montanha. Para a construção da torre, Eriaell pediu ajuda de Rash-ara, a estrela, que ouviu suas preces e concedeu a ele forças para a criação de sua obra arquitetônica, que demorou por volta de 200 anos para ser completada.

Outro legado deixado na ilha foram os Seis Altares da Vida, que simbolizavam para ele e seus filhos as cinco vidas mais importantes do universo, sendo eles O Criador, a estrela Rash-ara, seus três filhos, Argon, Órun e Eron'n, e ele mesmo, Eriaell. Estes altares foram feitos de uma pedra somente encontrada na ilha, chamada por ele de Znir, que apresenta uma coloração negra e opaca, onde foram desenhado símbolos que para ele simbolizavam cada umas das vidas.

Depois de algum tempo, quando seus filhos já estavam crescidos, Eriaell treinava-os em artes, escrita leitura e luta, que para ele eram primordiais para todos os seres da terra, além de ensina-los a história da criação do mundo e do nascimento de seus filhos, mas ele nunca mencionou a existência de um mundo fora da Ilha da Meia Lua, muito menos da existência de outros seres vivos além deles mesmos e dos animais que povoavam a ilha, deixando-os a merce de todo o universo externo a ilha.

A Guerra Dréconicas e a morte de Eriaell Edit

Após um longo período de exílio na Ilha da Meia Lua, Eriaell e seus

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.