FANDOM


Primórdios e estopim da guerra Edit

No ano de 914 da 1ª Era, quando o primeiro Karnarath Virghun ordenou a criação do Templo de Kairom, as energias presentes no templo chamaram a atenção nos apenas dos seres da terra, mas também de demônios e entidades malignas vindas do vácuo, que acima de tudo buscavam a dominação e destruição de todas as formas de vida a qualquer custo. Todo o planeta estava inerte por vários anos após a criação da Ordem dos Magos, embora o demônio Zenir já estivesse planejando um ataque a terra.

Foi então, no ano de 929 da 1ª Era, que o demônio sussurou nos ouvidos de Virghun palavras malditas, transformando-o e fazendo sua cabeça, para torna-lo a marionete de Zenir em seus planos de deminação. O demônio sabia do templo e conhecia as estrelas da constelação de Kairom, e sabendo do poder que o Karnarath possuia articulava a criação de um poço que recolheria as almas da terra em uma energia negra para criar um cristal negro, que destruiria a terra em uma enorme explosão.

Finalmente no ano de 1021 a mente de Virghun estava completamente corrompida pelas palavras de Zenir, fazendo com que o Karnarath expulsasse os outros 8 magos do templo e tomando completamente o poder que nele havia. O Karnarath possuia grandes poderes e usando eles sumonou o demônio no plano terrestre e deu a ele seu templo para a criação do poço, chamado de Poço das Almas. O poço foi criado em segredo e nele foram embutidas magia corruptas e negras, onde as almas mortas por Zenir fossem usadas para alimentar a fome eterna da criação do Cristal do Vazio, artefato que quando usado teria o poder de destruir toda a vida em todos os possíveis planos habitados.

Em meio a tudo isso, e após sua expulsão, os outros magos da ordem procuraram a ajuda dos Drécoren, dragões que habitavam Galinor na época, para acabar e por um fim na loucura de Virghun, mas os poderes dos dragões não era párea para acabar com o Poço das Almas, e mesmo ainda, se possível, sua destruição repentina começaria uma série de eventos cataclísmicos no mundo, aniquilando grande parte da vida na terra. A Ordem dos Magos não sabia ao certo o que fazer, mas ainda tinham a ajuda dos Drécoren, que foram liderados por Eriaell, para que talvez algo fosse possível.

Meados das guerra Edit

Assim que Eriaell tomou a liderança de seu povo para combater as forças de Virghun e Zenir, ele sabia que não seria uma tarefa fácil, pois nunca antes o mundo tivera enfrentado tais forças malignas. Sua ideia inicial era destruir o Poço das Almas, mas foi aconselhado a não faze-lo pelos magos, pois tal destruição causaria a quebra inesperada do Cristal do Vazio e com isso a destruição de grande parte do mundo. Nada parecia resolver o problema e enquanto isso os exércitos de Zenir invadiam a terra mais e mais a cada dia.

O Poço das Almas estava foi construído pelo exército do vazio e embutido com um poder devastador tão forte que criou uma barreira protetora protegendo o poço de toda a intervenção mágica que poderia intervir em sua destruição. Portais foram criados para ligar o plano terrestre com o plano vazio e a invasão das tropas de almas e mortos vivos de zenir estavam prontas para começar a dominar a terra completamente e arrecadar almas para alimentar o cristal negro.

As tropas de Zenir, chamadas de tropas mortas, invadiam vários tribos de Drécoren e até humanos, elfos e anões, dominando todos os cantos de Galinor, mas as forças de Eriaell lutavam fortemente contra a dominação do mundo. Foi então que os magos da ordem, expulsos do templo, chegaram a resposta de como seria possível lutar e destruir Zenir e suas tropas, expulsando-os definitivamente. A barreira criada pelo Poço das Almas impedia que as estrelas de Kairom viessem a terra para recolher o Cristal do Vazio e destruir o poço, mas essa barreira poderia ser destruída pela força mágica contrária a ela. Como a barreira do poço era construída por forças mortas e almas, ela deveria ser destruída por forças vitais e de vida, e essa força poderia ser alcançada somente com a infusão do mundo com uma força vital gigantesca.

Foi então que os magos se uniram e criaram a semente da vida, que germinaria uma arvore gigantesca no coração de Galinor, para proteger a terra e expulsar as forças de Zenir destruindo a barreira, permitindo a vindas dos Kairom à terra.

Ad blocker interference detected!


Wikia is a free-to-use site that makes money from advertising. We have a modified experience for viewers using ad blockers

Wikia is not accessible if you’ve made further modifications. Remove the custom ad blocker rule(s) and the page will load as expected.